4 maneiras para você recorrer da multa de velocidade

4 maneiras para você recorrer da multa de velocidade

Vamos falar sobre infração de trânsito de velocidade superior à permitida? Essa infração pode ocorrer de três formas:

  1. Transitar em velocidade superior à permitida em até 20%;
  2. Transitar em velocidade superior à permitida em mais de 20% até 50%;
  3. Transitar em velocidade superior à permitida em mais de 50%;

Caso você tenha recebido uma multa de velocidade e deseja recorrer usando nossa plataforma, veja abaixo alguns argumentos possíveis para pedir uma revisão dessas multas.

Confira 4 maneiras para você recorrer da multa de velocidade:

  • Alegar que na fotografia da notificação não contém a identificação do radar

Verifique se na fotografia contém uma identificação do radar, caso contrário você pode pedir o cancelamento da infração, pois, esse é um requisito da norma de trânsito. Não basta a identificação do aparelho no corpo da notificação. Tem que ser na foto. É o que diz a lei.

  • Argumentar que na fotografia da notificação não estão registradas a data e a hora da infração

Na foto da notificação, verifique se contém esses dados, caso contrário você pode recorrer por violação de norma de trânsito. De novo, não basta o registro da data e da hora em campos específicos da notificação. Devem estar na imagem.

  • Arguir que na fotografia não está registrado o local da infração

Na foto da notificação, verifique se existe o local da infração. O local da infração também pode estar de forma codificada. Não basta o local da infração no corpo da notificação. Tem que estar na foto.

  • Alegar que o radar não foi aferido pelo Inmetro

Presumimos que os radares que fiscalizam eletronicamente a velocidade estão com seus prazos de validade em dia no site Inmetro. Porém, nem sempre a autoridade de trânsito observa esse requisito. Não é raro de acontecer de o radar estar com o seu prazo de validade vencido e isso deve ser verificado por você, motorista, no site do Inmetro.

Preste atenção: transitar em velocidade compatível com a via é uma questão de responsabilidade. Lembre-se que as penalidades têm objetivo de educar. Por outro lado, a autoridade de trânsito também deve respeitar a lei de trânsito para fiscalizar. Quando falamos que a lei diz isso ou aquilo, significa dizer que há uma diretriz que deve ser seguida por todo o sistema de fiscalização de trânsito.

Nunca desista dos seus direitos. Se você não recorrer, sua chance de reverter nunca vai existir.

17 respostas
    • Self Multas says:

      Diogo, se a infração que você cometeu foi transitar acima da velocidade permitida em até 20%, cabe o pedido de conversão da penalidade em advertência por escrito. Você também pode verificar se o radar está mesmo aprovado pelo Inmetro no link https://servicos.rbmlq.gov.br/Instrumento). Assim, você terá uma melhor condição para escolher a sua linha de defesa. Atenciosamente

      Responder
    • Self Multas says:

      Diogo, existe uma tolerância de velocidade que o radar aplica que é de 7%. Assim, a velocidade máxima permitida seria de 53,5 km/h. Esperamos ter te ajudado com essa informação. Ficamos à disposição

      Responder
    • Self Multas says:

      José Ignácio, a infração de velocidade só se configura com a utilização de aparelho medidor de velocidade. Sugerimos que você recorra dela.

      Responder
    • Self Multas says:

      Renan, você pode pedir a conversão da penalidade em advertência por escrito. Além disso, a fiscalização eletrônica feita por radar requer que este esteja aprovado pelo Inmetro.

      Responder
  1. Flavio says:

    Olá,
    Fui multado em um radar fixo em uma rodoviária Federal e esse radar não consta na lista de radares moveis da PRF. Isso por si só deixa de atender a nova Resolução do COTRAN?

    Responder
  2. Yan Victor says:

    Boa tarde, fui atuado na infração TRANSITAR EM VOLOCIDADE SUPERIOR A MAXIMA PERMITIDA EM MAIS DE 50% (COD. INFRAÇÃO 7471), possuo PPD, a infração não consta fotografia, isso seria o suficiente para anular essa infração?

    Responder
    • Self Multas says:

      Yan, não podemos afirmar categoricamente que isso seria suficiente para anular a infração, mas as normas legais mandam que quando se trata de fiscalização eletrônica, o veículo deve estar identificado na fotografia, caso contrário, entre com a defesa prévia siga os trâmites (Jari e Cetran)

      Responder
  3. Gabriel P. says:

    Prezados, tenho CNH desde 2009 e nunca recebi nenhuma punição. Entretanto agora eu estava na Tamoios e levei 3 multas (2 por estar acima 20% e outra entre 20 e 50%).
    De que forma posso recorrer? Posso alegar falta de antecedentes? Posso alegar que não vi o radar?

    Responder
    • Self Multas says:

      Gabriel, muito boa a sua pergunta. Apenas com relação às duas multas que você levou por estar acima de 20% que são consideradas MÉDIAS. Sendo assim, elas podem ser convertidas por advertência por escrito, desde que você não tenha cometido nenhuma outra infração. Ficamos à disposição

      Responder
  4. Jarbas Barbosa Vieira says:

    Bom dia.
    Através do aplicativo do Detran foi observado uma inflação de transito cometida após as 00:00, no entanto em razão de tratar-se do estado do Rio de Janeiro existe uma lei municipal que autoriza o condutor de veículo a conduzir acima da velocidade permitida após as 22:00 horas em razão da violência que assola o Rio de Janeiro portanto acredito que posso estar entrando com requerimento pedido a anulação da multa.
    Correto?

    Responder
    • Self Multas says:

      Jarbas, nós desconhecemos essa lei. Fizemos uma pesquisa rápida e não encontramos maiores informações. Compartilhe conosco algum link, por favor

      Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *