Como recorrer à multa por dirigir no horário do rodízio 1

Como recorrer à multa por dirigir no horário do rodízio

O que você sabe sobre multa de rodízio? Como funciona o sistema de rodízio de veículo? Eu posso ser isento ou dispensado do rodízio? Essas e muitas outras são perguntas comuns de quem dirige e, principalmente já tomou uma multa por dirigir no horário do rodízio.

O sistema de rodízio, assim como toda ocorrência que resulta em uma multa de trânsito, segue normas devidas, incluindo um valor a ser pago, pontuação na carteira, entre outras consequências).

O intuito do rodízio, em São Paulo, foi mitigar os prolongados congestionamentos nas ruas principais da cidade, além de ajudar a diminuir a emissão de poluentes. Sendo assim, nos horários de pico, alguns carros não podem circular por certas vias. Veja aqui exatamente como funciona:

A zona de rodízio em São Paulo é uma região extensa, que inclui: Marginal Tietê; Marginal Pinheiros; Salim Farah Maluf; Presidente Tancredo Neves; Afonso d’Escragnolle Taunay; Bandeirantes; Juntas Provisórias; Luís Inácio de Anhaia Melo; Complexo Viário Maria Maluf.

Nos horários entre 7h e 10h e 17h às 20h, veículos com um determinado final de placa não devem circular nessas áreas. As placas determinadas também variam de acordo com o dia da semana, com exceção dos feriados e fins de semana, onde não há rodízio.

A tabela do rodízio, divulgada pela prefeitura, nos auxilia no entendimento de quais finais de placa dos veículos não podem circular, a cada dia em São Paulo. Veja abaixo a tabela:

DiaDígitos Finais
Segunda-Feira1 e 2
Terça-Feira3 e 4
Quarta-Feira5 e 6
Quinta-Feira7 e 8
Sexta-Feira9 e 0

O problema é que, mesmo com toda a organização, o trânsito em São Paulo ainda existe em um nível impactante. Chega a ser surpreendente para quem pega o carro todo dia, mesmo tomando os devidos cuidados para evitar o horário de rodízio, como, as vezes, não conseguimos chegar a tempo no trabalho ou em casa. Acabamos desrespeitando a lei sem a menor intenção e trafegando em local e horário não permitido.

O problema é que a punição dessa infração, média, resulta em quatro pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e ainda em um valor a ser pago de mais de R$ 130,00.

Se você levou uma multa de rodízio em São Paulo, mantenha a calma e acompanhe nosso trabalho para preparar a sua defesa. Nós, do Self Multas, desenvolvemos uma plataforma para elaboração de recurso de multas de trânsito totalmente interativa e automatizada. Você preenche os seus dados e um recurso, elaborado por uma equipe de advogados especializados na área, é enviado para o seu e-mail, pronto para a impressão. Basta apenas assinar a carta e enviar ao órgão correspondente. Clique abaixo para montar seu recurso:

Estacionar ou parar em local proibido

Como recorrer à uma multa por dirigir no horário do rodízio:

1º Etapa – Acesse a plataforma:

Nós disponibilizamos a ferramenta de automação de recurso neste link: https://selfmultas.com.br/recurso/. Outra forma que você pode seguir para chegar nessa página é clicando no menu deste site, aonde está escrito RECURSO. Clique e, a seguir, selecione o botão Fazer Recurso.

2º Etapa – Selecione a multa:

Veja as opções de multa na tela e selecione aquela que você recebeu e deseja recorrer. Lembre-se de ficar com a carta na mão, pois precisaremos dos dados descritos no papel.

3º Etapa – Selecione o motivo do seu recurso:

Nós disponibilizamos diversos motivos legais para que você possa recorrer à infração recebida de forma mais jurídica. Por que você quer recorrer à essa infração? A notificação chegou atrasada? Existe algum problema com o radar? Escolha o motivo que mais encaixa com o seu.

4º Etapa – Informe seus dados e selecione a forma de pagamento:

Lembra que nós falamos para deixar a infração que você recebeu em casa em mãos? Aqui nós vamos precisar dela. Insira seus dados e certifique-se de que seu nome, endereço, CPF, RG e demais dados pessoais estão corretos, assim como os dados da multa (auto da infração, placa do carro, órgão responsável pelo auto, e outros).

A seguir, selecione a forma de pagamento que deseja usar. Lembre-se de que o recurso só será concluído e enviado para você quando o pagamento for aceito. Após o pagamento ser efetuado com sucesso, e garantido por nosso intermediador, você receberá um e-mail com o recurso em anexo.

Impressão e envio do recurso:

Siga bem as nossas orientações na segunda página do PDF do recurso, para que você tenha mais chances de ganhar a contestação. Lembre-se que não garantimos a vitória do recurso, apenas auxiliamos na sua elaboração.

A responsabilidade do Self Multas limita-se a preparar o recurso para ser apresentada uma defesa técnica, não havendo garantia de resultado. A decisão compete exclusivamente ao órgão autuador. Também cabe exclusivamente ao cliente a veracidade das informações citadas durante o procedimento de criação do recurso.