Já aconteceu algo assim com você? 1

Já aconteceu algo assim com você?

Nunca imaginei que algo assim iria acontecer comigo.

No dia do meu aniversário de casamento, eu, minha esposa e meu filho fomos ao shopping para fazer algumas compras e não imaginava que algo assim poderia acontecer. Resolvi estacionar o carro na rua. Saí procurando uma vaga e logo vi um carro saindo então, eu corri lá e estacionei.

Ao sair do carro, como sempre, procurei alguma placa ou algo que poderia indicar se aquele local era proibido. Porém, não encontrei nada indicando e segui o meu caminho. Pois bem, após uma hora, retornamos para pegar o carro.

E o que aconteceu?

O carro não estava lá! Minha primeira impressão foi: “Caramba! Roubaram meu carro!”. Minha esposa, que estava calma, me trouxe a lucidez e com isso, fomos buscar informação em alguns comércios que estavam abertos por alí. Já era mais ou menos umas 20h.

Foi então que vimos uma conveniência e perguntamos para a moça do caixa se ela havia visto algum movimento estranho por alí. E ela respondeu: “Houve sim moço, um caminhão de guincho do CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) levou um carro”.

Já aconteceu algo assim com você? 2

E eu me perguntei: “Como assim?”. Então a moça do caixa veio com um “balde de água fria” e me informou que alí era proibido estacionar das 17h às 20h de segunda à sexta (detalhe, era uma sexta feira).

Foi então que eu novamente fui procurar a tal da placa. E depois de procurar com mais afinco, eu a achei, estava há 1 metro de onde eu havia estacionado, coberta por muitas árvores.

Naquele momento me senti completamente lesado pelo sistema, nunca tinha acontecido algo assim comigo. A placa estava totalmente coberta pelos galhos das árvores.

Foi quando eu tive a ideia de ligar para uma amiga do CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) para fazer umas perguntas e saber se caberia um recurso nesta situação. A resposta foi positiva.

Mas eu teria que comprovar, através de fotos, que aqueles galhos estavam realmente comprometendo a visualização da placa.

E qual foi o resultado?

Eu entrei com o recurso e está sob julgamento.

Agora, deixe-me dizer aqui: se você tem uma história como essa em que você levou uma multa e a julga injusta ou que você tenha se sentido lesado, comente aqui neste post. Conte a sua história, quem sabe não a publicamos por aqui.

Um grande abraço e, qualquer dúvida, clique aqui para entrar em contato e tirar suas dúvidas. Se você recebeu uma multa e deseja recorrer, clique aqui para emitir um recurso usando a nossa nova plataforma automatizada!